Experiências traumáticas causam problemas já no jardim de infância

Por Jussara Goyano* | Foto: Shutterstock | Adaptação web Caroline Svitras

As experiências adversas na infância, incluindo o encarceramento de um dos pais e abuso físico e psicológico, dificultam o aprendizado e o desenvolvimento comportamental até mesmo no jardim de infância, segundo estudo divulgado pela Rutgers Robert Wood Johnson Medical School, nos Estados Unidos (EUA). Tais experiências também podem afetar a saúde dos indivíduos em sua vida adulta.

 

Os pesquisadores examinaram dados de mais de mil crianças de 20 grandes cidades dos EUA. Mais da metade das crianças tinha sido exposta a, pelo menos, uma experiência traumática, e 12 % expostas a três ou mais situações adversas na infância. Além disso, crianças afro-americanas e crianças cuja família apresentava renda inferior a US$ 20 mil/ano eram mais propensas a experimentar situações adversas do que as crianças de outras etnias ou com maior renda familiar.

 

Os resultados da análise indicam um padrão no qual as crianças que passaram por um aumento do número de experiências adversas apresentaram desempenho abaixo da média nas áreas acadêmica, comportamental e social. Além disso, as habilidades em linguagem e alfabetização estavam abaixo do nível apto. Atenção e agressividade foram as crescentes preocupações de comportamento.
(Fonte: ScienceDaily.com)

 

Revista Psique Ciência & Vida Ed. 123

Adaptado do texto “Desenvolvimento infantil”

*Jussara Goyano é jornalista. Estuda Psicologia, Medicina Comportamental e Neurociências, com foco em resiliência, bem-estar e performance. É coach certificada pelo Instituto de Psicologia Positiva e Comportamento.