Elogios ajudam na aprendizagem de crianças com TDAH

Por Jussara Goyano* | Foto: 123 Rf | Adaptação web Caroline Svitras

Pesquisa publicada no periódico Behavioral and Brain Functions, do Reino Unido, demonstrou que crianças com transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) precisam do reconhecimento por um trabalho benfeito muito mais que aquelas que apresentam desenvolvimento típico.

 

Elogios e recompensas parecem motivar com intensidade e melhorar o desempenho desses pequenos em algumas tarefas cognitivas. Não que não façam o mesmo em crianças com desenvolvimento típico, mas quando se pede a essas últimas que deem o melhor de si, seu desempenho já muda. Já as portadoras de TDAH necessitam de outras estratégias, como a maior motivação.

 

Quando se avalia o melhor desempenho das crianças com TDAH, a questão, no entanto, não é só motivacional. O trabalho realizado a partir da terapia cognitivo-comportamental, com foco nas consequências positivas, e o treino em habilidades específicas não podem ser descartados.

 

Para saber mais:

Whitney D. Fosco, Larry W. Hawk, Keri S. Rosch, Michelle G. Bubnik. Evaluating cognitive and motivational accounts of greater reinforcement effects among children with attention-deficit/hyperactivity disorder. Behavioral and Brain Functions, 2015; 11 (1) DOI: 10.1186/s12993-015-0065-9

 

Revista Psique Ciência & Vida Ed. 117

Adaptado do texto “Crianças com TDAH”

*Jussara Goyano é jornalista, membro da International Science Writers Association. Estuda Psicologia, Medicina Comportamental e Neurociências, com foco em resiliência, bem-estar e performance. É coach certificada pelo Instituto de Psicologia Positiva e Comportamento, afiliada à Associação Brasileira de Qualidade de Vida.