Dormir mal interfere na regulação emocional. Entenda

Estudo apontou que dormir mal uma única noite já pode interferir em sua regulação emocional e desencadear diversos problemas à saúde

*Por Jussara Goyano

Foto: Shutterstock

Uma única noite mal dormida pode interferir em sua regulação emocional e desencadear ansiedade, dentre outros problemas, segundo novo estudo da Universidade de Tel Aviv.
A pesquisa foi liderada pela professora Talma Hendler e conduzida pela estudante de graduação Eti Ben-Simon no Centro de Funções Cerebrais da instituição. Teve publicação recente no Journal of Neuroscience.

Um total de 18 adultos foi mantido acordado durante toda uma noite, antecedendo uma bateria de testes que incluiu neuroimagens e eletroencefalogramas. Testes após uma noite bem-dormida também foram feitos. Um dos testes exigia que os participantes descrevessem a direção em que pequenos pontos amarelos se moviam sobre algumas imagens consideradas positivas (um gato), negativas (um corpo mutilado), ou neutras (uma colher).

Quando os voluntários tiveram uma boa noite de descanso, eles identificaram a direção dos pontos que pairam sobre as imagens neutras mais rápido e com mais precisão. Quando privados de sono, no entanto, esses indivíduos tiveram respostas emocionais a imagens neutras, o que caracterizou a desregulação emocional, interferindo na capacidade de identificar corretamente as imagens.

Os pesquisadores realizaram, ainda, um segundo experimento, para testar os níveis de concentração dos participantes do estudo. Durante uma tarefa, diversas imagens emocionais e neutras foram exibidas aos voluntários e o que se verificou foi que, quando privados de uma única noite de sono, a distração era provocada não só pelas imagens emocionais como pelas neutras.

Para saber mais:

The Journal of Neuroscience, 23 September 2015, 35(38): 13194-13205; doi: 10.1523/JNEUROSCI.1314-15.2015

*Jussara Goyano é jornalista. Estuda Psicologia, Medicina Comportamental e Neurociências, com foco em resiliência, bem-estar e performance. É coach certificada pelo Instituto de Psicologia Positiva e Comportamento.

**Conteúdo adaptado do texto “Distúrbios de sono”

Revista Psique Ed. 128